13 de fevereiro de 2013

Revista Exame destaca sucesso de planejamento do Governo de Minas para Vetor Norte

O planejamento criado pelo Governo de Minas Gerais para desenvolver a Região Metropolitana de Belo Horizonte foi destaque da última edição da revista Exame – uma das mais respeitadas publicações de economia do país. A matéria descreve em três páginas os principais projetos e ações que estão sendo implementados sob a coordenação do Governo do Estado com o objetivo de atrair empresas e outros empreendimentos para o Vetor Norte da capital mineira.

O título da matéria: “É raro, mas acontece”. De acordo com a Agência Minas, o ponto de partida, segundo a revista, foi a decisão do governo mineiro de tornar viável o Aeroporto de Confins. A reportagem lembra que, por tratar-se de uma operação muito complexa, o Estado valeu-se da consultoria do especialista americano John Kasarda, professor de logística da Universidade de Carolina do Norte, para quem os aeroportos – como aconteceu no passado com portos, ferrovias e rodovias – são os principais núcleos irradiadores de crescimento das metrópoles.

Acesso facilitado

Entre as várias ações do Governo de Minas nessa área, a reportagem cita também como importantes a duplicação da MG-010, a chamada “Linha Verde”, e a construção da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves. De acordo com a matéria, as ações foram fundamentais para atração de pelo menos R$ 4 bilhões de investimentos para municípios que integram o vetor norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Pioneirismo é destaque

Especialistas ouvidos pela reportagem louvam as iniciativas do Governo de Minas, considerada incomum no setor público brasileiro. “Ao levar o funcionalismo para a Cidade Administrativa, o governo mineiro deu sinal à iniciativa privada de que desenvolver o norte (da Capital) é prioridade”, afirma na Gustavo Gusmão, da consultoria Ernst&Young Terco, citado na reportagem.

Clique aqui para ler a reportagem completa da Revista Exame (pdf)