6 de agosto de 2014

Relatório elaborado pela ALMG constata excelência no atendimento das Apaes mineiras

A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) visitou, ao longo do primeiro semestre, a sedes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) em diversos regiões mineiras e promovendo audiências públicas.

O deputado Duarte Bechir, um dos autores do requerimento para as visitas, explicou que a ideia era verificar a prestação dos serviços, a infraestrutura e as condições de funcionamento das associações para traçar um diagnóstico detalhado a fim de direcionar as ações do Estado voltadas às pessoas com deficiência.

O relatório foi apresentado no Parlamento Mineiro, durante Reunião Especial para homenagear a instituição pelos seus 60 anos de fundação no Brasil, no dia 02/06, e apontou que mesmo com as dificuldades para se manterem, as Apaes mineiras se transformaram em referência de qualidade no atendimento integral e integrado à pessoa com deficiência. Um dos pontos destacados é que 92,9% dos profissionais das Apaes tem titulação acadêmica prestando então um serviço especializado. Ainda de acordo com o relatório as principais carências comuns a todas as Apaes dizem respeito aos itens mobiliário, equipamentos, manutenção/reforma e ampliação.

“O relatório atesta que as Apaes em Minas Gerais são sinônimo de garantia dos direitos e inclusão da pessoa com deficiência. Nosso desafio, desde o início deste trabalho, foi aproximar o poder público das Apaes. Tenho certeza de que demos um passo significativo nesse sentido”, destacou o deputado Duarte Bechir.

Deputado Duarte Bechir

Deputado Duarte Bechir

As Apaes são consideradas o maior movimento filantrópico do País e do mundo na área de atenção à pessoa com deficiência. São organizações não governamentais que buscam promover a atenção integral à pessoa com deficiência.

A instituição está presente em 23 Estados brasileiros, com ações voltadas para inclusão social e escolar, promoção da saúde e acesso ao mercado de trabalho. Minas Gerais tem atualmente 432 unidades da Apae, organizadas em 35 conselhos regionais. Em todo o Brasil, são 2.125 unidades, atendendo cerca de 250 mil pessoas, em 2,6 mil municípios.