23 de maio de 2013

Publicação apresenta avanços em Minas alcançados a partir do Choque de Gestão de Aécio e Anastasia

Os avanços registrados em Minas Gerais a partir do Choque de Gestão, implantado em 2003 no governo Aécio Neves e Antonio Anastasia, foram sistematizados e agora fazem parte de uma publicação que retrata a expressiva melhoria dos indicadores econômicos e sociais do Estado. Os dados constantes no “Caderno de Indicadores Econômicos e Sociais de Minas Gerais”, que já haviam sido divulgados pelo governador Anastasia no último dia 17 de maio, também foram apresentados pelo líder do governo, deputado Bonifácio Mourão (PSDB), no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quarta-feira (22/05).

Graças a uma gestão de planejamento e resultados, Minas Gerais, nos últimos dez anos, praticamente universalizou o acesso a serviços básicos, com água tratada e energia elétrica; 98% dos 853 municípios estão ligados por rodovias pavimentadas; as despesas do Governo de Minas com investimentos ampliaram-se em 310%; a desigualdade social diminui mais que a média nacional; a esperança de vida aumentou e a participação mineira na riqueza nacional cresceu de 8,6% para 9,3% do PIB brasileiro.

Em seu discurso na Assembleia, o deputado Mourão destacou algumas das ações do Governo de Minas que garantiram o equilíbrio das contas públicas do Estado, a retomada da agenda de desenvolvimento e a confiança dos investidores, fazendo com que Minas se tornasse modelo de administração pública recomendado pelo Banco Mundial.

  • Saúde: O índice de mortalidade infantil em 2002 era de 18 para cada mil em 2013 caiu para 13. A média de vida que era de 73 anos hoje se aproxima de 76, resultado que é maior que estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. Isso prova que o trabalho na área da saúde está sendo de boa qualidade.

 

  • Educação: Minas Gerais desde 2003 passou a receber as melhores notas do ministério da Educação através do Ideb. Nas primeiras sérios do Ensino Fundamental tem o primeiro lugar no Brasil. O Estado é também segundo lugar nas últimas séries do Ensino Fundamental e terceiro lugar no ensino médio. Além disso, o governo federal fez nos últimos dias uma classificação das 250 melhores escolas públicas do Brasil e entre elas Minas concorre com 120 escolas. Isso é um indício de que o trabalho na educação desde 2003 tem sido da melhor qualidade.

 

  • Infraestrutura: O Proacesso ligou 98% dos municípios mineiros ao asfalto. A partir do governo Aécio Neves a extensão de estradas asfaltadas passou de 13 mil quilômetros para cerca de 20 mil quilômetros, ou seja o Governo de Minas é responsável por mais de 50% das estradas asfaltadas no Estado.

 

 

Veja também:

Como o Choque de Gestão mudou a vida dos mineiros nos últimos 10 anos

Governo federal do PT vai fazer choque de gestão em aeroportos para evitar vexame na Copa