22 de julho de 2012

Produção do queijo minas artesanal terá mais qualificação após certificação

A preocupação com a certificação e qualificação do famoso queijo minas artesanal pautou os trabalhos da Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial no primeiro semestre de 2012. “Um momento importante neste ano foram as visitas que fizemos para acompanhar todas as etapas da produção do queijo canastra, um produto genuinamente mineiro. Fizemos audiências públicas para a certificação deste queijo, o que dá maior credibilidade e visibilidade a este produto que é nosso, que é de Minas”, informou o vice-presidente da comissão, deputado Fabiano Tolentino (PSD).

Os trabalhos contribuíram para o aprimoramento do Projeto de Lei que tramitava na Assembleia Legislativa de Minas Gerais desde o ano passado e trata do processo de produção do queijo minas. A matéria, que foi aprovada pelo Plenário da Casa no início do mês de julho em primeiro turno, garante ao produto mineiro a certificação necessária para a sua comercialização dentro e fora do Estado.

Em sua forma original, o projeto prevê que o Estado crie mecanismos financeiros de incentivo à adequação dos estabelecimentos de produção do queijo Minas e ao desenvolvimento de programas de qualificação técnica do produtor. O texto também faz referência à preocupação com a sanidade animal, prevendo mecanismos para orientar, educar e financiar o produtor do queijo Minas para que seu rebanho leiteiro seja de qualidade.