22 de novembro de 2012

Obras do Mineirão são aprovadas pelo TCU e se destacam como as mais avançadas entre os estádios da Copa

A agilidade e a transparência nas obras e contas da reforma do Mineirão já foram atestadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), reconhecidas por dirigentes da Fifa e do Comitê Gestor da Copa de 2014 e, nesta quarta-feira (22/11/2012), também foram apresentadas no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O deputado João Leite (PSDB) ressaltou que a obra do estádio se destaca por ser a mais avançada do país, transcorrendo sem qualquer irregularidade.

“A acusação da oposição contra o Governo de Minas Gerais é uma acusação vazia. Ela não procede e está apoiada em um pedido no Ministério Público Federal de um procurador, o senhor Álvaro Souza Cruz, dizendo que havia dispensa de licitação, o que efetivamente não houve no caso do Mineirão. Há uma semana, o Tribunal de Contas da União disse que as obras do Mineirão são perfeitas, que os preços estão de acordo com as exigências, exigências essas rigorosas do TCU. Portanto essa liminar cairá rapidamente porque os órgãos de controle têm todos os dados que o Governo do Estado está fornecendo. A verdade sobre o Mineirão é que é uma das obras mais rápidas para Copa do Mundo e que de todas as rigorosas determinações do Tribunal de Contas da União”, afirmou João Leite.

O discurso do deputado mostra que não procede a acusação do procurador federal Álvaro Souza Cruz – irmão do deputado Sávio Souza Cruz do PMDB, oposição ao Governo de Minas na ALMG -, de que houve improbidade administrativa na contratação dos projetos e obras do Mineirão. A confirmação de completa regularidade em todo o processo de reforma do estádio vem do próprio TCU, que inclusive notificou em relatório que “a obra do estádio do Mineirão é a segunda com maior índice de realização, seu andamento é considerado normal pelo BNDES, e as informações aqui relatadas não apontam desvios ou irregularidades”.

Leia AQUI integra da nota emitida pela Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) sobre a contratação da empresa de arquitetura responsável pelo projeto do Mineirão