28 de novembro de 2012

Não decola: Infraero, do Governo Federal do PT, admite que obras em Confins não ficarão prontas em 2013

Com mais um novo atraso, o Governo Federal do PT está aumentando cada vez mais o risco de as obras do aeroporto de Confins não ficarem prontas para a Copa do Mundo. O prazo para conclusão do terminal, que era em dezembro de 2013, foi novamente adiado e o próprio presidente da Infraero, Gustavo Vale, já admitiu que, de todos os aeroportos em cidades-sede do mundial, Confins é o que tem a situação mais preocupante. As obras não decolam e, em menos de quatro meses, essa é a terceira vez que o cronograma de obras é revisado.

A reforma e expansão de Confins é uma empreitada de responsabilidade da Infraero, do Governo Federal. As obras começaram há cerca de 15 meses e, até agora, apenas 13% dos trabalhos estão prontos, conforme noticiou o jornal O Tempo, no último dia 22 de novembro. “Já há um bom tempo estamos alertando para a morosidade das obras no aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, agora confirmado pelo presidente da Infraero”, afirmou o vice-líder do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Rômulo Viegas (PSDB).

A lentidão para se concluir uma obra de tamanha importância reflete, na avaliação de Viegas, o descaso do PT com as prioridades do povo mineiro. “É Minas ficando sempre em segundo plano em relação ao Governo Federal”, afirmou o deputado. Vale aqui ressaltar que o governo não agiliza as obras de Confins e também não inclui o terminal no processo de privatização de aeroportos que a presidente Dilma Rousseff iniciou em fevereiro deste ano.

Irregularidades

As obras no aeroporto de Confins, além de não avançarem, ainda apresenta indícios de irregularidade. O Tribunal de Contas da União (TCU) apurou falhas no projeto básico e executivo do terceiro terminal de passageiros a ser construído no local. Para o TCU, a Infraero não conseguiu comprovar adequação e economicidade em algumas etapas do projeto. O Tribunal constatou também que existem irregularidades relativas à exigência de comprovação de experiência dos licitantes. Veja AQUI a matéria sobre as irregularidades em Confins publicada no site do TCU.

Leia mais:

Governo Federal do PT se esquece de Minas e aeroporto de Confins não é mais prioridade na lista de privatizações

Infraero, do Governo Federal do PT, não amplia investimentos e novo terminal de Confins pode não sair do papel