7 de julho de 2011

Minas garante investimentos para o Norte do Estado, mesmo após governo federal do PT vetar MP 512

O governador de Minas, Antonio Anastasia, anunciou nesta quinta-feira a construção de uma nova fábrica da Alpargatas em Montes Claros, na região Norte de Minas Gerais. O empreendimento, que irá responder por investimentos da ordem de R$ 180 milhões, mostra o empenho do governo em atrair grandes empresas para o Estado, promovendo mais desenvolvimento e dando mais impulso à economia mineira. Mesmo que para isso tenha que lutar sem o apoio do governo federal, que recentemente deixou vários municípios mineiros de fora dos benefícios da MP 512.

A MP, que concedia benefícios fiscais às empresas que se instalassem no Norte de Minas e nos vales do Jequitinhonha e Mucuri, foi vetada pelo governo do PT no dia 20 de maio mesmo tendo sida amplamente defendida pelo senador Aécio Neves, prefeitos e parlamentares que pediam a sua prorrogação.

A construção da fábrica da Alpargatas, que produz as sandálias Havaianas, faz parte das ações do governo estadual de garantir investimentos para a região Norte do Estado. O novo empreendimento servirá de estímulo para alavancar o desenvolvimento da região, além de gerar 2.250 empregos diretos e mais 3.000 indiretos.

O deputado Bonifácio Mourão (PSDB), líder do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), reforça a importância dos investimentos conquistados pelo governo. “O governo Anastasia está com os olhos voltados para as regiões mais pobres de Minas Gerais”, ressaltou o parlamentar.

Áudio Deputado Bonifácio Mourão

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

MP 512

Antes de ser vetada pelo governo federal do PT, a MP 512 foi amplamente defendida na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Os parlamentares da Casa entregaram, à época, ao líder do governo no Senado, Humberto Souto (PT-PE), um abaixo-assinado em apoio ao manifesto assinado por mais de 100 prefeitos da área mineira da Sudene.