29 de maio de 2012

Mais descaso do Governo Federal do PT com Minas Gerais: inoperância do Dnit vira ação na Justiça

A inoperância do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) a cada dia ganha um novo capítulo em Minas Gerais. E são capítulos de uma história dramática, construída pelo Governo Federal do PT nos últimos anos. No centro desse enredo estão obras viárias de extrema importância para o Estado que nunca são realizadas. Promessas não cumpridas, má vontade do Governo Federal.

E não pense que estamos falando somente de obras grandes, como a duplicação das BR-381 e BR-040, ou da revitalização do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, que não saem do papel. Estamos falando também de obras simples, de menor complexidade e menor custo, como é o caso da reformulação do trecho que interliga a BR-356 à entrada da cidade histórica de Ouro Preto. Esse é um projeto que vem sendo reivindicado há cinco anos pela prefeitura da cidade e, estaria esquecido pelo Dnit até hoje, se não fosse a intervenção do Ministério Público Federal (MPF).

Isso mesmo, foi preciso que o Ministério Público ajuizasse uma ação judicial contra órgão federal para que a obra pudesse enfim ser executada. A que ponto foi preciso chegar, lamentou o vice-líder do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Duarte Bechir (PSD). Segundo ele, “o Dnit realmente precisa melhorar o seu plano de ação e cumprir seu verdadeiro papel”. É um absurdo, a Justiça, com tantos processos a solucionar, ter que obrigar um órgão público a realizar as funções primárias para as quais ele foi criado.

Alça viária

A reformulação do trecho em Ouro Preto, conforme noticiou o jornal o Tempo, implica na construção de uma alça viária na entrada da cidade para tirar o tráfego de veículos pesados no centro histórico. O trânsito excessivo dentro de Ouro Preto tem causado danos graves, como abalo da estrutura de edifícios e destruição de bens culturais, a cidade que é um dos mais importantes acervos do patrimônio mundial. De acordo com estudos do próprio MPF, a maior parte dos motoristas que trafegam pelo centro de Ouro Preto dirigem-se, na verdade, para Mariana e Ponte Nova.

O caso de Ouro Preto é, na avaliação do deputado Duarte Bechir, mais um exemplo da desorganização da gestão do Dnit em Minas. O parlamentar lembrou que o órgão federal possui um orçamento de mais de R$ 280 milhões para obras em Minas e não consegue executar nenhuma obra. “Realmente o Governo Federal não se entende. Quando tem o dinheiro, o órgão não sabe aplicar esse recurso e assim vamos caminhando. Nós brasileiros vamos sofrendo e Minas padecendo”, afirmou.

Áudio: deputado Duarte Bechir

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

Leia mais:

Deputados cobram explicações do DNIT para atrasos em obras nas rodovias federais em Minas Gerais

Buracos e erosões na BR-262 comprovam descaso do Governo do PT com as rodovias federais mineiras

Descaso do Governo Federal do PT faz novas vítimas nas estradas que cortam Minas Gerais