20 de outubro de 2011

Inacreditável: PT fica de novo contra Minas nos royalties do petróleo

Existiam duas propostas sobre os royalties do petróleo em votação no Senado na quarta-feira (19/10). A primeira, de iniciativa do senador Francisco Dornelles (PP-RJ), previa que a União abrisse mão de uma maior parcela de recursos dos royalties do petróleo em favor dos estados não produtores.

O PSDB e o DEM votaram a favor dessa proposta, em defesa da federação e por considerar que há uma excessiva concentração de receitas na mão da União. Além disso, apoiaram essa iniciativa porque ela dava mais recursos aos estados não produtores: cerca de R$ 11 bilhões.

Venceu a outra proposta apoiada pelo PT que concentra os recursos nas mãos da União e repassa aos estados não produtores apenas cerca de R$ 9 bilhões.

A postura adotada pelo PT e sua base aliada foi também discutida na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Na reunião Ordinária desta quinta-feira (20/10), os deputados do Bloco Transparência e Resultado lamentaram o fato de Minas, assim como os outros estados não produtores, serem prejudicados pela proposta aprovada no Senado.

O líder do Bloco, deputado Bonifácio Mourão (PSDB), lamentou o resultado da votação afirmando que, com o resultado, Minas passará a receber menos recursos graças ao descaso do PT.

“O PT prejudicou novamente Minas Gerais, o que, infelizmente, para nós já não é novidade. O senador Aécio Neves proferiu voto que beneficia os estados não produtores com cerca de R$ 11 bilhões”, disse Mourão.

Para o deputado Rômulo Viegas (PSDB), o posicionamento do senador Aécio Neves e da bancada do PSDB foi o de defender a bandeira do municipalismo. “O senador não quer prejudicar os estados produtores, que historicamente já contam com o dinheiro dos royalties do petróleo e sim exigir que o governo federal tire dinheiro da União para passar para os estados não produtores”.

“A proposta vencedora e apoiada pelo PT é uma proposta injusta porque retira mais recursos dos estados que produzem petróleo. Já Aécio Neves quis que se respeitasse os estados produtores e que se beneficiasse os estados não produtores com recursos da União”, explicou o deputado Duarte Bechir (PSB).

Áudios: deputado Bonifácio Mourão

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

deputado Duarte Bechir

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Veja também:

Anastasia defende revisão dos royalties da mineração em entrevista na Rede TV!