2 de fevereiro de 2012

Governo Federal permite que recursos para prevenção de chuvas fiquem concentrados em um só Estado

Os estragos provocados pelas chuvas que atingiram Minas Gerais e outros estados foi o tema da primeira reunião da comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), realizada na tarde de hoje (02/02).

O deputado Duarte Bechir (PSD), citou notícias que veicularam na imprensa abordando irregularidades praticadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), “de 47 projetos aprovados pela União, 37 eram no Rio Grande do Norte”. Bechir lembrou também da distribuição de recursos feita pelo Ministério da Integração, que privilegiou a terra natal do ministro Fernando Bezerra. Pernambuco recebeu quase 90% das verbas destinadas à prevenção de desastres.

“Minas Gerais dá ao Governo Federal a terceira maior arrecadação, nós mineiros pagamos a terceiro cota de tudo aquilo que o Governo Federal leva para o seu cofre, só que na devolução destes bens para os Estados somos esquecidos”, desabafou o deputado.

Leia mais:

Técnico do CGU vai controlar cofre do departamento contra secas

Favorecimento político: Pernambuco, estado do ministro Fernando Bezerra, fica com 90% das verbas antienchentes

Denúncias de irregularidades levam a nova demissão no Governo Federal do PT