11 de outubro de 2013

Governo Federal do PT desvia a finalidade do BNDES para injetar bilhões de reais em negócios fracassados

Há algum tempo o BNDES, banco público do governo federal, vem perdendo seu papel social de fomentar investimentos no país. Contrariando a sua vocação essencial, o banco está, desde 2007, focado em transformar empresas brasileiras em grandes campeãs nacionais com destaque mundial, o que tem gerado prejuízo de bilhões de reais para os cofres públicos.

Para sustentar essa política, o BNDES já lançou mão de cerca R$ 20 bilhões para empresas “companheiras” do governo do PT, conforme afirmou o jornalista Elio Gaspari em reportagem do jornal Folha de S. Paulo. Só na OGX, empresa de Eike batista que está beira a falência, foram injetados R$ 10,4 bilhões.

Há dois anos, o governo federal já havia entrado em outro negócio fracassado, quando adquiriu 49% das ações da Oi, que logo depois se fundiu com a Portugal Telecom dando corpo a uma nova companhia que nascia com uma dívida de R$ 45,6 bilhões.

A incompetência do governo do PT com as políticas públicas tem comprometido o desenvolvimento e crescimento econômico do país. Esse cenário já se reflete no encarecimento da produção, desaceleração da indústria e na retração do PIB.

Desindustrialização

Como o governo não avalia o custo benefício dos seus investimento, acaba por se esgotar o seu potencial financeiro eme fomentar novos negócios e isso traz consequências gravíssimas principalmente no setor industrial, que está num processo preocupante de desaquecimento.

 

Deputado Rômulo Viegas

O descompasso do governo na economia pode ser sentido na redução do consumo interno, estagnação da produção, baixa credibilidade do país para novos investimentos e redução dos postos de trabalho. “A queda no emprego demonstra grave desindustrialização promovida pelo governo do PT no país”, criticou o deputado Rômulo Viegas (PSDB).