11 de abril de 2013

Governo de Minas continua investindo no Norte do Estado. Serão aplicados R$ 1 bi em saneamento básico na região

As ações para o desenvolvimento do Norte de Minas continuam no centro das prioridades do Estado. No último dia 8 de abril, o governador Antonio Anastasia anunciou a liberação de R$ 1 bilhão para investimentos em saneamento básico na região. A inciativa permitirá ampliar e melhorar o abastecimento de água e tratamento de esgoto, levando mais qualidade de vida à população local.

Os investimentos são resultado do esforço do executivo do estado em minimizar as desigualdades entre as regiões de Minas Gerais, fazendo com que o Norte do Estado alcance altos índices de crescimento econômico e social.

“Serão R$ 1 bilhão para todo o Norte de Minas e só a Copanor vai investir R$ 89 milhões em 25 cidades do Jequitinhonha e Mucuri. O Governo de Minas tem um foco muito grande nesta região. Começou na gestão do senador Aécio Neves e agora segue em continuidade no governo Anastasia”, afirmou o deputado Luiz Henrique (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).


Gestão para a Cidadania

O Norte de Minas foi escolhido, juntamente com o Vale do Rio Doce, para dar partida ao projeto de implantação da terceira geração do Choque de Gestão, conhecida como Gestão para a Cidadania, um modelo de administração que conta com participação ativa da sociedade na definição das políticas públicas.

A iniciativa já está refletindo em melhorias em áreas fundamentais para a população, como saúde, educação e segurança pública. Somente em 2012, mais de R$ 12 milhões foram repassados para 16 hospitais regionais de referência e as equipes do Programa Saúde da Família foram ampliadas para 1.237, com cobertura de 79% da população.

No mesmo período, mais de 430 escolas foram atendidas com recursos para reforma, aquisição de equipamentos, mobiliário, tecnologia, informação e transporte. Na área de segurança, foram feitos investimentos da ordem de R$ 130 milhões, de 2003 a 2011, para compra de viaturas, equipamentos e armamentos para as polícias e reformas de unidades prisionais.