5 de dezembro de 2011

Governo de Minas consegue autorização para realizar operações com bancos internacionais. Os recursos devem ser investidos prioritariamente em obras de infraestrutura e segurança pública

A comissão de Constituição Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta segunda-feira (05/11), quatro projetos de lei de autoria do governador Antônio Augusto Anastasia que permitem obter créditos por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e outros organismos internacionais como o Banco Mundial (Bird), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco Japonês para Cooperação Internacional (Jbic).

Os créditos poderão ser aplicados em obras de infraestrutura, saneamento, segurança pública, programas de mobilidade urbana, gestão pública e arranjos produtivos locais que envolvam a agroindústria.

A operação é importante para o estado. “A realização de empréstimos internacionais demonstra que o governo do Estado está com as contas saneadas, comentou o deputado Sebastião Costa (PPS), membro do Bloco Transparência e Resultado da ALMG e completou “não estou dizendo que não há dívida, estou dizendo que as contas para frente sinalizam positivamente, caso contrário os empréstimos não seriam consentidos”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Os Projetos de Lei (PL) 2.700/2011, 2.701/2011, 2.702/2011 e 2.703/2011 que autorizam os novos financiamentos tramitam em primeiro turno na ALMG.