17 de maio de 2011

Entenda o Choque de gestão e a proposta do senador Aécio Neves sobre a correção das dívidas dos Estados e de Minas Gerais

 

O senador Aécio Neves propõe a discussão sobre a correção da dívida de Minas e dos Estados, em entrevista publicada pelo jornal “Estado deMinas”, deste sábado, 14 de maio.

 

O deputado João Leite (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado, faz coro ao senador Aécio Neves sobre a necessidade de renegociação da dívida mineira contraída por outros governadores.

 

Governadores  de vários  partidos apóiam a mesma proposta do senador Aécio Neves.

Veja aqui:

http://migre.me/4xTml

http://migre.me/4xTBv

http://migre.me/4xT7R

 

Para entender melhor a questão da correção do saldo da dívida dos Estados com a União

Revista Veja: Uma conta impagável http://migre.me/4xTtf

 

Para quem quer conhecer mais sobre o assunto

Dívida Renegociada: benefício e transparência http://migre.me/4zZuq

Artigo da Renata Vilhena  Jornal O Tempo

Dívida dos Estados: Polêmicas e Caminhos http://migre.me/4xTdQ

Estoque da dívida de Estados com União reproduz financiamentos impagáveis  http://migre.me/4xTk3

 

Para  quem quer entender melhor o Choque de Gestão e o Déficit Zero

Em  2003 o Governo de Minas implantou o Choque de Gestão, que hoje inspira a presidente Dilma, e já em 2001 alcançou o equilíbrio entre despesa e receita, o déficit zero, que obteve  o reconhecimento formal do governo federal do PT e de  organismos internacionais, como Banco Mundial e Bid.

 

Entenda o que é o déficit zero

Antes do governo Aécio é como se tivesse uma pessoa que ganhasse R$2.000,00 de salário, mas gastasse todo mês  R$ 4.000,00 com suas despesas fixas, incluindo aí dividas com as prestações que precisava pagar.

Obviamente, como o dinheiro não dava, cada mês essa pessoa era obrigada a pedir mais empréstimos, a se endividar mais pra fazer frente aos seus compromissos mensais. E isso ia criando uma bola de neve…..

Pois bem, com Aécio e Anastasia, essa pessoa passou a ganhar R$3.000,00 e as suas despesas mensais foram reorganizadas, os supérfluos foram cortados, as dívidas renegociadas e as despesas foram reduzidas a R$ 3.000,00 por mês.

Ou seja, o que a pessoa ganha agora é suficiente para pagar os seus compromissos mensais. Isso não quer dizer que ela pagou todo o saldo das prestações que tinha. Quer dizer que agora ela consegue pagar todos os seus compromissos e todas as suas prestrações em dia.
Isso é o déficit zero: o equilíbrio mensal entre a receita e os compromissos do mês.

O que Aécio denunciou, e tem sido denunciado por vários governadores de vários partidos, é que o índice que vem reajustando o saldo das dívidas dos estados com a União é absurdo e por mais que os estados paguem em dia as prestações dessa dívida, o saldo devedor só faz aumentar…
Para quem quer conhecer mais sobre o assunto:


Portal da Associação da Transparência Municipal: Espaço para o ajuste http://migre.me/4yl2h

Minas Gerais colhe os frutos da boa gestão e do orçamento realista  http://migre.me/4ym4p

Valor Econômico  http://migre.me/4ylaS

O Choque de Gestão e seus desafios: um balanço positivo  http://migre.me/4ylcr

O Banco Mundial e a agenda de gestão moderna, por John Briscoe  http://migre.me/4ylZL