11 de dezembro de 2014

Encontro com senador Aécio Neves marca início de uma oposição forte e consciente na Assembleia Legislativa

Os deputados do Bloco Transparência e Resultado participaram nesta quinta-feira (11/12) de uma reunião com o senador Aécio Neves (PSDB) para reforçar a importância da unificação das forças políticas que irão trabalhar numa oposição consciente e vigilante nos próximos anos. Para Aécio, esse compromisso se torna ainda mais latente uma vez que o resultado das urnas mostraram o desejo de mudança dos mais de 51 milhões de brasileiros que disseram não ao modelo de gestão que vem sendo apresentado ao país.

“Ao longo de 12 anos de governo do PT, o país quase se transformou num estado unitário. Estamos vendo o estacionamento de estados e municípios e isso é extremamente grave. Por isso é importante estarmos unidos, cumprindo o papel que as urnas determinaram que cumpríssemos”, afirmou o senador. O encontro aconteceu em Belo Horizonte e contou com a participação de parlamentares estaduais e federais.

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro (PP), acredita que a insatisfação da população é reflexo de um governo sem planejamento, unitário e de investimentos precários. “Estamos vivenciando um estado nacional unitário, egoísta e centralizador. É por isso que o povo brasileiro está frustado e insatisfeito”, afirmou.

Segundo Líder do Bloco Transparência e Resultado, o deputado Lafayette Andrada (PSDB), o encontro possibilitou um alinhamento de conduta da oposição que será feita no próximo governo. “Estamos alinhando o discurso, preparando a bateria porque iremos cobrar todas as promessas que foram feitas ao longo da campanha. O PSDB e os partidos que vão marchar junto com ele estão animados para, de maneria aguerrida, lutar pelo bem de Minas Gerais e contra as mentiras do PT”.

foto encontro aecio

Unificação

Expressão bastante utilizada pelos parlamentares no encontro foi a de unificação. O objetivo é que, no próximo mandato, seja construída uma oposição forte e coerente “que cobre e fiscalize, amparada no legado de um governo de 12 anos que foi muito bem conduzido”, conforme explicou o deputado João Vitor Xavier (PSDB). “Teremos uma bancada muito firme de oposição, com a adesão de outros partidos ao nosso bloco para fazer uma oposição forte e qualificada”, afirmou.

O deputado Arlen Santiago (PTB) explicou que os deputados de oposição em Minas terão, dentre outras responsabilidades, a missão de garantir que o estado não saia dos caminhos de avanço conquistado nos governos do PSDB. “Vem aí grandes turbulências. O país está praticamente falido, gastando o que não tem, e com isso os estados e municípios estão se arrebentando. Estamos aqui para receber essa energia do senador Aécio e continuar lutando por uma Minas melhor e por um Brasil melhor, agora pelo caminho da oposição”.

Aécio na liderança

De acordo com o deputado Gustavo Valadares (PSDB), o encontro reforçou a necessidade, para o próximo mandato, de garantir uma oposição que, acima de tudo, trabalhe com respeitabilidade, responsabilidade e transparência. “Nossa posição será de oposição ao governo do estado, oposição ao governo federal. Faremos isso de maneira responsável, obviamente, mas cobrando desde o primeiro dia de governo, em 1o de janeiro, os compromissos e as promessas irresponsáveis que o Partido dos Trabalhadores levou aos quatro cantos do estado”.

“Nós do PDT no estado queremos seguir a linha de Aécio, da mudança que o Brasil precisa”, enfatizou o deputado Alencar da Silveira Júnior. Para o deputado Antonio Lerin (PSB), o senador Aécio se credenciou, com mais de 51 milhões de votos, a ser o líder dessa oposição que será baseada nos anseios da sociedade. Já o deputado Duarte Bechir (PSD) ressaltou que “o senador traz a necessidade de que permaneçamos unidos e com objetivos definidos. Ele deixa claro que o caminho que percorremos até aqui é o correto e que devemos ampliar nosso trabalho para fortalecer nosso grupo político”.

A presença de deputados federais mineiros evidenciou o alinhamento entre a oposição federal e a futura oposição estadual. “Com certeza, tudo que construímos em Minas nesses 12 anos, tudo que podemos fazer pelo Brasil, tudo isso tem que se repetir e manter nossa coerência política. Devemos estar unidos e caminhando como oposição. Esse é o nosso papel, é isso que a sociedade espera de nós parlamentares e é essa postura que devemos ter”, reiterou o deputado federal Rodrigo de Castro.