11 de maio de 2012

É inacreditável, dinheiro público federal para salvar a Delta

Depois da imprensa revelar que o ex-ministro José Dirceu foi consultor da Delta, o que fez a empreiteira deslanchar no governo petista; depois da imprensa revelar que o ex-ministro  da Justiça do Governo Lula, Márcio Tomaz Bastos, é o advogado de defesa do Cachoeira, contratado pela bagatela de 15 milhões de reais; depois da imprensa revelar que o ex-presidente do Banco Central do governo Lula, Henrique Meirelles, será o novo presidente da Delta;  a última  notícia, que joga mais indagações ao caso Delta, é a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do governo federal, no financiamento de empresa para a compra da Delta, em outras palavras, é dinheiro público financiando a compra da Delta que está no olho do furacão na CPI do Cachoeira.

E tem mais, na Folha de São Paulo desta sexta-feira (11/05/2012), o empresário da holding J&S, que controla o Frigorífico JBS e irá comprar a Delta, o empresário José Batista Júnior, disse, com todas as letras que o governo federal não quer deixar a Delta quebrar!

E a pergunta que não quer calar: por que tanto interesse do governo do PT em blindar a Delta?

 

Leia mais:

Veja sobre os honorários do ministro

Noblat: Como a Delta se deu bem  com José Dirceu como consultor