2 de julho de 2014

Doadores mineiros de órgãos são homenageados pela ALMG

Monumento esculpido pelo artista Leo Santana terá mais de 20 mil assinaturas

Em junho deste ano, 2.376 pessoas aguardavam na fila por um novo órgão, segundo dados do MG Transplantes. Dessas, 2.056 estão a espera de um novo rim, 233 aguardam uma córnea para enxergar novamente e 31 precisam de um novo coração. O estado de Minas Gerais é o segundo que mais realiza transplantes no país. São 12,7 doadores para cada um milhão de pessoas.

Os mineiros doadores de órgãos e tecidos receberam uma homenagem da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta segunda-feira (30/06). Trata-se de um monumento formado por duas esculturas de pessoas comuns, em tamanho natural, observando os nomes dos doadores de órgãos, que serão inscritos em 48 placas de aço.

Inicialmente ele conta com 500 assinaturas, mas esse número pode chegar a 24 mil – as demais serão acrescentadas assim que as famílias autorizarem.

Durante a cerimônia, o presidente Dinis Pinheiro destacou a importância de reconhecer atos de solidariedade. “Doar é um ato de fé e amor. Não há nada mais nobre do que contribuir para salvar vidas”, disse.

Solenidade de inauguração do monumento em homenagem aos doadores de órgãos (Foto: ALMG)

Solenidade de inauguração do monumento em homenagem aos doadores de órgãos (Foto: ALMG)