2 de dezembro de 2011

Dívidas dos estados com o Governo Federal serão discutidas na ALMG

Minas Gerais e outros 23 estados brasileiros têm uma dívida impagável com a União por causa dos altos juros cobrados pelo Governo Federal do PT. Em razão do pagamento dessa dívida, baseada num índice de correção exorbitante, a capacidade de investimento dos estados fica prejudicada. Para unir forças em busca de uma solução que atenda a todas as unidades da federação, a Comissão Especial da Dívida Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou requerimento para realizar encontros regionais com Assembleias de outros estados para discutir a renegociação dos contratos da dívida pública realizados com a União.

O requerimento de autoria do deputado Bonifácio Mourão (PSDB), líder do Bloco Transparência e Resultado, foi aprovado em reunião realizada nesta quinta-feira (01/12). Segundo o deputado, estender a discussão para outros estados vai permitir que o debate sobre a dívida seja nacionalizado e ganhe força. “Só o estado de Minas Gerais não vai conseguir convencer o Governo Federal a fazer a renegociação da nossa dívida. O problema é de 23 estados brasileiros. Então é mais do que natural que nós façamos reuniões com outros estados aqui em Minas Gerais e nas outras regiões do Brasil para que tenhamos uma linguagem única e transparente para convencer o Governo Federal de que esta renegocição é indispensável”, afirmou.


Áudio Deputado Bonifácio Mourão 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Leia mais:

Minas paga os juros mais caros do mundo ao Governo Federal do PT

Deputados defendem redução de juros e a troca do indexador da dívida pública

Veja as fotos no Flickr do Transparência e Resultado

 

Minas paga os juros mais caros do mundo ao Governo Federal do PT