17 de maio de 2011

Deputados se unem a Aécio Neves para sensibilizar o governo federal do PT a aprovar a MP 512

 

Deputados do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) compartilham da reivindicação do senador Aécio Neves para que o governo federal amplie o prazo da Medida Provisória (MP 512) , que vence na próxima sexta-feira (20), que concede benefícios fiscais a empresas automotivas que se instalarem no Norte de Minas e nos vales do Jequitinhonha e Mucuri.

O deputado Bonifácio Mourão (PSDB), líder do Bloco na ALMG, lamenta as perdas que o estado sofreu com a retirada dos investimentos da Fiat e quer, com a prorrogação do prazo da MP 512, que se faça justiça para as regiões mais pobres de Minas Gerais.

O deputado Rômulo Viegas (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado,  lembrou que os 168 municípios da Área Mineira da Sudene foram incluídos na Medida Provisória 512 que concedeu incentivos federais às montadoras instaladas no Nordeste, Norte e Centro-Oeste do país, por  meio de iniciativa do ex-governador Aécio Neves.

“Lamentavelmente o governo do PT não tem sensibilidade com Minas” , afirma o deputado  Rômulo Viegas (PSDB).

O senador Aécio Neves  lembrou  que a ampliação do prazo, que se encerra no próximo dia 20, é fundamental para que empreendimentos em avaliação na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico sejam implantados.

“Conseguimos incluir essa região na medida provisória, a partir de uma ação, inclusive, da bancada mineira muito ativa, muito firme, mas não temos a garantia que será sancionada pela presidente da República. Temos alguns investimentos encaminhados para aquela região, e estamos no aguardo para os próximos dias a definição, seja em relação à ampliação da área – incluindo a Área Mineira da Sudene – nesses benefícios, que para nós é vital, além da ampliação do prazo para a apresentação de projetos”, afirmou o senador.

Aécio Neves afirmou que a extensão do prazo de validade da MP de 20 de maio para 31 de dezembro foi prometida pela bancada do governo no Senado, através do líder do PT Humberto Costa, nas negociações que resultaram na aprovação da medida duas semanas atrás. A inclusão dos municípios mineiros, no entanto, teve voto contrário da bancada do PT na Câmara dos Deputados.

Áudio dep Bonifácio Mourão:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.