2 de janeiro de 2012

Copa 2014 e inclusão de pessoas com deficiência foram temas da Comissão de Esportes da ALMG

A comissão de Esportes, Lazer e Juventude completa seu primeiro ano na Assembleia Legislativa de MInas Gerais (ALMG). Ao longo de 2011, a comissão realizou diversas reuniões conjuntas, audiências públicas e visitas.

De acordo com o deputado Fabiano Tolentino (PRTB), do Bloco Transparência e Resultado da ALMG, um dos temas mais debatidos pelos parlamentares que integram a comissão, foi a Copa do Mundo 2014 devido a proximidade do evento.

“Nossos estádios, o Independência e o Mineirão, estão sendo melhorados. Nós fomos lá para ver o andamento das obras e constatamos que as obras estão indo bem e dentro do cronograma físico-financeiro”, disse Fabiano.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Em outubro a Fifa decidiu que Belo Horizonte será sede de seis partidas. A capital mineira atende as exigências da entidade quanto ao número de leitos em hotéis, que seria de um terço da capacidade do estádio, o que totalizaria 20 mil pessoas. Atualmente Belo Horizonte, juntamente com cidades da Região Metropolitana distantes até 70 km (critério adotado pela Fifa) têm 30 mil leitos, e até 2014, serão 50 mil.

Até o fim de 2013, estará pronto o sistema de BRTs, com capacidade para transportar 700 mil passageiros. O Aeroporto de Confins terá sua capacidade duplicada para receber 8,5 milhões de passageiros/ano, com ampliação da pista e construção do Módulo Operacional Provisório (MOP) pela Infraero.

Fabiano Tolentino disse ter certeza que “Minas Gerais vai sediar muito bem os jogos da Copa e receber bem todos aqueles que vierem curtir esse grande momento do esporte mundial”.

O presidente da comissão Marques Abreu (PTB), também membro do Bloco Transparência e Resultado concorda com Tolentino e diz que “em 2012 a comissão irá crescer ainda mais e dar continuidade aos trabalhos realizados este ano”.

As políticas públicas estaduais de esporte voltadas para as pessoas com deficiência não ficaram fora da pauta da comissão. A inserção das pessoas com deficiência nos esportes é desejo do Governo de Minas, que criou este ano, uma diretoria específica para o desporto paraolímpico. A diretoria irá atuar junto à secretaria de Estado de Esportes e Juventude.

Outros temas debatidos nas reuniões e que merecem destaque foram: O Programa Saúde na Praça, Minas Olímpica e o esporte como forma de prevenção à saúde.