29 de novembro de 2011

Confins: Minas faz a sua parte, e o Governo Federal do PT ainda não investe

De olho na grande movimentação no Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN), em Confins, no fim de ano e período de férias deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) solicitaram a presença de representantes da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A audiência pública promovida pelas comissões de Turismo, Indústria, Comércio e Cooperativismo e a de Esporte, Lazer e Juventude, aconteceu nesta terça-feira (29/11), na ALMG.

Durante a audiência foi questionado o que a Infraero, de responsabilidade do Governo Federal do PT, está planejando para minimizar os transtornos que o aumento de fluxo de passageiros e de voos podem trazer para os usuários neste fim de ano.

Infelizmente o que vi nesta audiência é que a Infraero está mais preocupada em elencar informações para os usuários do que em tomar providências para solucionar os problemas do Aeroporto, disse o deputado Rômulo Viegas (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado da ALMG. “Está faltando um planejamento rigoroso, o gargalo e atrasos dos voos deste fim de ano servirão de bússola para as Copas de 2013 e 2014. O Governo de Minas fez a parte dele entregando as demandas e orientações, mas até agora nada de efetivo foi feito por parte da Infraero e do Governo Federal”, lamentou o deputado.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O subsecretário de Desenvolvimento Estratégico da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Luiz Athayde critica a morosidade das obras que deveriam ser executadas pela Infraero no final de 2007 e que estão começando somente agora no final de 2011, “em dezembro quando o fluxo no aeroporto é ainda maior as reformas vão aumentar ainda mais o nível de desconforto para os passageiros”. Para ele o problema continua do mesmo tamanho, “é importante nós estarmos preparados para ofertar outro padrão de infraestrutura, o aeroporto é de grande importância para a economia de Minas Gerais”.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Em 2004, o aeroporto de Confins, hoje chamado Aeroporto Internacional Tancredo Neves, foi eleito pela equipe do ex-governador Aécio Neves como o principal aeroporto da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Para garantir conforto e agilidade para os passageiros foi criada uma linha de ônibus com acesso direto para o terminal. Em cerca de 40 minutos, partindo do Centro da cidade, chega-se ao aeroporto.

O Terminal recebe até 10,2 milhões de embarques e desembarques anualmente. A expectativa e que esse numero passe para 16,5 milhões em 2013.