11 de maio de 2011

Comissão de saúde busca o acordo entre médicos e planos de saúde

No dia Mundial da Saúde, 7 de abril, os médicos estiveram na Assembléia Legislativa (ALMG) para pedir ajuda aos deputados estaduais contra o que chamaram de abusos dos planos de saúde. A classe reclama que as operadoras interferem nos diagnósticos e no tratamento dos pacientes e,em muitos casos, recusam procedimentos que os médicos dizem ser necessários. Os profissionais solicitaram ainda reajustes nos honorários e regularização de contratos.

A Comissão de Saúde da ALMG, presidida pelo deputado Carlos Mosconi (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado, se mobilizou para colocar fim ao impasse. Segundo o deputado Carlos Mosconi, a reivindicação é justa para a melhoria na prestação de serviço aos pacientes. “A comissão de Saúde já aprovou requerimento marcando audiência pública para tentar buscar o entendimento fazendo uma reunião com os médicos e com os planos de saúde”, anunciou o deputado.

A mobilização marca o 7 de abril como o Dia Nacional de Paralisação na Saúde Suplementar. Em todo o país, 160 mil médicos credenciados nas operadoras e seguros de saúde vão suspender o atendimento eletivo. Serviços de urgência e emergência não serão afetados.