3 de outubro de 2013

Com alta de 19% já sentida nos supermercados, inflação não está sob controle como afirma o Governo do PT

A presidente Dilma Rousseff tenta negar, o governo do PT faz que não vê, mas o fato é que a inflação voltou a assustar os brasileiros. Eles já sentem no bolso a alta dos preços, principalmente dos itens da cesta básica. Basta ir ao supermercado para constatar que a realidade não é tão bonita como estão querendo pintar. Segundo pesquisa da Proteste, os preços dos principais produtos da cesta ficaram até 19% mais caro de 2012 para cá.

 

Fernando Cabral / PSDB

Os dados, divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo, mostram que a inflação foi verificada em pelo menos 104 dos principais itens de supermercado. Vale lembrar que o centro da meta de inflação estipulada pelo governo federal para este ano era de 4,5%, percentual bem distante dos 19% já sentidos pelos consumidores ao realizarem suas compras.

Esse cenário, na verdade, reflete a falta de planejamento do governo federal do PT na condução das políticas econômicas do país. Para a deputada Luzia Ferreira (PPS), da forma como está sendo governado, o Brasil já perdeu seu prazo de validade. “Com o fraco desempenho da economia, o descontrole das contas públicas, falta de investimentos em infraestrutura e ausência das reformas estruturais, não dá para preparar o Brasil para o presente e para o futuro”, afirmou.

 

deputada Luzia Ferreira

Mudança de hábito

A alta dos preços vem provocando mudanças nos hábitos dos brasileiros. Com o bolso mais apertado e menos confiante na economia, o consumidor não só voltou a fazer compras do mês, como também busca por melhores ofertas em supermercados mais baratos, numa tentativa de se proteger da inflação.

A situação é preocupante e vem sendo alertada também pelo senador Aécio Neves (PSDB). Em seus pronunciamentos, tanto no Senado quanto nas propagandas partidárias, o senador é enfático ao defender “tolerância zero” à inflação. Segundo Aécio, é preciso assegurar ao cidadão uma economia forte e com índices de preços estáveis, pois “o controle da inflação foi uma grande conquista do povo brasileiro”, afirmou.