14 de outubro de 2013

Bom de marketing, ruim de obra: duplicação da BR-381 não saiu do papel e governo do PT já faz propaganda

No Brasil que só exite nas propagandas do PT, até estrada passa a ser duplicada da noite para o dia. Estranho? Não para o governo federal! Em propaganda veiculada na TV para todo o estado de Minas Gerais, o governo está anunciando a duplicação da BR-381, obra essa que grande parte da licitação ainda nem saiu do papel.

Famosa por seu traçado precário e perigoso, a BR-381, também chamada de Rodovia da Morte, ficou, nos últimos dez anos, refém das promessas do governo federal. Desde que assumiu a presidência, o PT tem usado essa obra – que é aguarda com ansiedade pelos mineiros – como ferramenta de marketing, na velha arte do ‘promete, mas não faz’.

Enquanto anuncia por aí que a duplicação está sendo feito, a 381 segue sem nenhum sinal de obra em suas vias. Dos 11 lotes de obras previsto entre Belo Horizonte e Governador Valadares, quatro ainda são só promessa e sequer têm previsão de saírem do papel. A informação foi dada pelo jornal Hoje em Dia.

A reportagem mostrou ainda que, mesmo nos sete lotes licitados neste ano, a espera ainda vai ser longa. É preciso que as empresas vencedoras agilizem toda a papelada para dar início às assinaturas dos contratos. Nesse jogo de empurra, lembra o deputado Bonifácio Mourão (PSDB), obras importantes como a da 381 e de tantas outras BRs que cortam Minas Gerais estão sendo sempre postergadas.

deputado Bonifácio Mourão

“O governo federal parece que quer adiar de uma forma definitiva a construção dessas rodovias. Os editais são publicados e depois adiados, primeiro porque estão errados e depois porque as empresas não aceitam aquilo que está nos editais”, critica Mourão.