28 de agosto de 2012

ALMG debate programas estruturadores voltados para a Cidade Administrativa

O monitoramento da Rede de Governo Integrado, Inteligente e Eficaz foi tema de audiência realizada nesta terça-feira (28/8) pela Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a requerimento do deputado Gustavo Corrêa (DEM). Esta é mais uma reunião da série que vem sendo realizada para avaliar a execução do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG 2012-2015).

A Rede de Governo Integrado compreende quatro programas estruturadores, voltados para a conclusão da Cidade Administrativa do Estado, ampliação das unidades de atendimento integrado ao cidadão e modernização do serviço público estadual. As planilhas de execução do PPAG indicam, por exemplo, que até junho deste ano, foram gastos R$ 3,86 milhões em obras complementares da Cidade Administrativa e outros R$ 59,3 milhões na gestão do complexo de edifícios que abriga a sede do Governo do Estado.

O monitoramento do PPAG é realizado pela ALMG em parceria com o Poder Executivo. Nas audiências públicas, representantes do Governo do Estado apresentam o andamento das ações previstas para 2012. Assim, cria-se um espaço de debate sobre as dificuldades enfrentadas e os principais resultados alcançados em cada programa. As informações repassadas nas reuniões também servem para orientar a atuação de parlamentares e de representantes de movimentos sociais no processo de revisão do PPAG para o exercício de 2013.

“Os dados deixam o Governo do Estado muito confortável. Tudo aquilo que ele tem se proposto a fazer é o que tem sido realizado. Nós tivemos oportunidade de ver que, cada vez mais, os recursos públicos vem sendo aplicados de forma correta, que o Governo do Estado tem procurado dar uma dinâmica e uma agilidade maior aos processos sobretudo aos de governança do nosso Estado”, concluiu o deputado Gustavo Corrêa (DEM).