22 de setembro de 2014

ALMG consolida propostas de estudantes mineiros para fase final do Parlamento Jovem 

Após o término das etapas regionais do Parlamento Jovem de Minas, uma equipe da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) se prepara para consolidar um documento-base com propostas discutidas por estudantes e que serão encaminhadas para a etapa final do projeto. O Parlamento Jovem de Minas visa à formação política de alunos dos ensinos médio e superior. Esta é a 11ª edição do projeto, que começou em 2004. A cada ano, estudantes discutem e elaboram sugestões sobre um tema de relevância social e do interesse dos jovens. O tema da edição 2014 é “Envelhecimento e Qualidade de Vida”.

A etapa regional, que ocorreu de 1º a 12 de setembro, foi uma novidade este ano. A ideia foi proporcionar uma discussão intermediária em que municípios de cinco polos regionais pudessem analisar as propostas da etapa municipal e consolidá-las em um documento que representasse o interesse de toda uma região, e não apenas de municípios isolados. Com esse novo formato, foi ampliada a participação de municípios, escolas e estudantes.

Entre as propostas priorizadas pelos estudantes na fase regional, destacam-se o repasse de conceitos sobre envelhecimento nas escolas e a criação de unidades de atendimento ao idoso, para oferecer serviços em áreas como educação, saúde e cultura.

Estudantes participam do Parlamento Jovem 2013 - Arquivo/ALMG - Foto: Alair Vieira

Estudantes participam do Parlamento Jovem 2013 – Arquivo/ALMG – Foto: Alair Vieira

Assembleia analisa propostas oriundas das etapas regionais

Até o dia 29 de setembro, um total de 57 sugestões priorizadas nas etapas regionais vão ser analisadas por uma equipe da Assembleia e consolidadas em um documento-base, que vai ser usado na etapa estadual. De acordo com a servidora da Escola do Legislativo Fernanda Freitas, coordenadora estadual do Parlamento Jovem de Minas, o trabalho da Assembleia nesse período será de verificar e adaptar essas propostas. “O objetivo é, também, reescrever ou aglutinar possíveis sugestões que tenham o mesmo teor”, explica.

Após o trabalho de elaboração do documento-base, os estudantes terão acesso, por meio das câmaras municipais, às propostas consolidadas, antes da etapa estadual no Plenário da Assembleia. “De 6 a 24 de outubro, os grupos municipais poderão discutir e analisar esse documento que contém sugestões de todo o Estado, como forma de se prepararem para a etapa final do projeto”, explica Fernanda Freitas.

As proposições finalistas, a serem votadas na etapa estadual, que ocorre de 29 a 31 de outubro, serão encaminhadas à apreciação da Assembleia por meio da Comissão de Participação Popular.

O Projeto

O Parlamento Jovem de Minas é um projeto de formação política destinado a estudantes, que têm a chance de conhecer melhor o mundo político e os instrumentos de participação no Poder Legislativo municipal e estadual. Além da ALMG, participam do projeto a PUC Minas e as câmaras municipais.

Fonte: ALMG