3 de agosto de 2012

Ações do Governo de Minas garantem mais incentivos e investimentos para o Norte de Minas

As ações do Governo de Minas em levar mais incentivos e desenvolvimento para o Norte do Estado já estão gerando grandes resultados. Esta é a avaliação do deputado Luiz Henrique (PSDB), do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Segundo o parlamentar, com a criação da Sudene Mineira, o governador Antonio Anastasia conseguiu atrair novos e importantes investimentos para a região.

A implantação das empresas Alpargatas e Case New Holland (CNH), em Montes Claros, são exemplos deste desenvolvimento que avança para o Norte de Minas. “Foram investimentos em torno de R$ 1 bilhão que vão gerar praticamente 5 mil empregos na região”, relatou o deputado. Somente a CNH, que pertence ao Grupo Fiat, vai investir R$ 600 milhões na nova fábrica, que devem entrar em operação em 2014.

A expectativa do deputado Luiz Henrique é de que, com os investimentos feitos pelo Governo de Minas, a economia da região ganhe novo fôlego. No entanto, ele lembra que o trabalho do governador Antonio Anastasia para promover o desenvolvimento da região não tem tido o apoio do Governo Federal do PT. Trata-se de um trabalho solitário, já que o próprio Governo Federal excluiu o Norte de Minas e o Vale do Mucuri dos benefícios fiscais previstos na Medida Provisória 512.

Sem esses benefícios do Governo Federal, dificilmente a região, caracterizada por ser uma das mais carentes de Minas Gerais, conseguiria se tornar atrativa às grandes industrias. Mas, para corrigir essa injustiça, o senador Aécio Neves (PSDB), por meio de emenda, conseguiu incluir os municípios do Vale do Mucuri e Norte de Minas, que integram a Área Mineira da Sudene, na Medida Provisória 540 e garantiu a esses municípios os incentivos fiscais previstos para empresas e indústrias que se instalarem na região.

Mineração

A extração de minério de ferro e gás mineral também levará mais desenvolvimento para o Norte de Minas nos próximos anos. “Também pela Sudene Mineira vamos ter investimentos no setor de mineração. Sabemos que hoje as regiões Norte e Jequitinhonha são as novas fronteiras do minério de Ferro em Minas Gerais”, afirmou Luiz Henrique. De acordo com o deputado, com já há um protocolo de intenções assinado no valor de R$ 7 bilhões, o que resultará na criação de mais de 20 mil empregos nessas duas regiões.

Somente no Norte do Estado, foram descobertas jazidas gigantescas de minério de ferro, que, segundo cálculos preliminares, possuem reservas superiores a 20 bilhões de toneladas. Outra grande descoberta, a do gás na bacia do Rio São Francisco, foi feita em 2011. A região conta com cerca de 200 bilhões de metros cúbicos de gás natural, que poderá agregar valor à indústria da mineração e ser valiosa fonte de energia.