23 de janeiro de 2015

Nota à Imprensa – Reinventando o Ensino Médio

NOTA À IMPRENSA

Os deputados do Bloco Transparência e Resultado estão preocupados e perplexos e abominam as medidas tomadas pelo governador Fernando Pimentel, do PT, até agora. Depois de decretar o fim da autonomia da Ouvidoria-Geral do Estado, os mineiros serão atingidos por mais um retrocesso. Desta vez numa área essencial, a educação. O Minas Gerais publicou na edição desta sexta-feira (23/01) resolução da Secretaria de Educação que reduz de 3 mil para 2.500 a carga horária anual do ensino médio.

Essa redução contraria o próprio Ministério da Educação, já que um convênio foi assinado entre a Secretaria de Educação e o MEC, e está na contramão do movimento nacional que entende que a ampliação da carga horária é um fator determinante para a melhoria do ensino no país. Uma indagação: o convênio será rompido?

Os deputados querem saber também o significado desse retrocesso que afetará, para pior, os milhões de estudantes mineiros que iniciaram o ensino médio com o currículo que previa disciplinas que tinham como objetivo a empregabilidade e que foram simplesmente extintas.

Disciplinas como turismo, meio ambiente, comunicação aplicada e informática, entre outras, foram introduzidas no currículo escolar do ensino médio através do programa Reinventando o Ensino Médio. Foram estratégias didático-pedagógicas inovadoras para estabelecer uma efetiva relação com o conhecimento e possibilitar a construção da autonomia e da emancipação dos jovens, seja para a conclusão ou continuidade dos estudos ou para a preparação à inserção no mundo do trabalho. Foram extintas pelo governo petista com que objetivo? O que será oferecido em troca aos estudantes mineiros?

São perguntas que merecem respostas ou a decisão poderá ser interpretada como mais um ato político que têm como finalidade tentar acabar com os avanços conquistados na última década, num jogo mesquinho que não está levando em conta o interesse da população mineira.

Deputado Lafayette Andrada
Líder do PSDB e do Bloco Parlamentar Transparência e Resultado